jusbrasil.com.br
28 de Março de 2020
    Adicione tópicos

    Apoio ao agronegócio

    A Frente Parlamentar do Agronegócio, composta de 31 deputados estaduais, teve uma reunião nesta quarta-feira, 28, com representantes da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Goiás (Faeg), com vistas a debater projetos que venham apoiar o produtor rural. Nada menos que 19 parlamentares participaram do encontro, em uma churrascaria da cidade. Presidente da Assembleia Legislativa, o deputado Jardel Sebba (PSDB) considerou a reunião importante. Essa interação, interlocução da Frente Parlamentar do Agronegócio com a Faeg vai se transformar numa sinergia em busca de apoio para o produtor rural. Já estamos, inclusive, discutindo a criação do Fundo de Desenvolvimento Agropecuário, para socorrer o pequeno produtor rural, frisou. São os seguintes os deputados que participaram da reunião com diretores e técnicos da Faeg: Valcenôr Braz (PTB), autor da iniciativa; Jardel Sebba, Jânio Darrot, Sônia Chaves e Daniel Messac, do PSDB; Bruno Peixoto, Daniel Vilela e Wagner Siqueira, do PMDB; Frederico Nascimento, Doutor Joaquim e Francisco Júnior, do PSD; José de Lima (PDT); Álvaro Guimarães e Cláudio Meirelles, do PR; Helio de Sousa e José Vitti, do DEM; Karlos Cabral (PT), Major Araújo (PRB) e Talles Barreto (PTB). Primeiro a fazer uso da palavra, o presidente da Faeg, José Mário Schreiner, agradeceu aos deputados pela formação da Frente Parlamentar do Agronegócio e garantiu que a entidade que preside vai buscar sempre o fortalecimento da parceria, em busca de aprovação de projetos que venham incentivar a produção rural. Ressaltou que o agronegócio é responsável por cerca de 70% do desenvolvimento do Estado de Goiás. Adiantou que o primeiro projeto que já está sendo discutido é o que cria o Fundo de Desenvolvimento Pecuário, mas que já existem outros em vista, ao exemplo das adequações ao novo Código Florestal Brasileiro. Manifestou preocupação também com um eventual projeto que venha aumentar as taxas sobre os gados de corte vendidos. Em seguida, discursou Jardel Sebba, que também ressaltou a importância da parceria não só da Frente Parlamentar do Agronegócio, mas da Assembleia Legislativa com a Faeg. Com certeza, vamos travar um debate produtivo em torno de ideias que vão redundar em projetos que venham atender efetivamente as reivindicações do setor rural, notadamente dos pequenos produtores, colocou. Jardel disse que a Assembleia alugou uma casa à Rua 84 com 94, no Setor Sul, e colocou uma funcionária especialmente para servir de interlocutora entre a Frente Parlamentar do Agronegócio e a Faeg. O deputado manifestou ainda a convicção de que essa parceria da Assembleia Legislativa com a Faeg vai contribuir efetivamente para o desenvolvimento de Goiás, bem como para a melhoria da qualidade de vida da população do Estado.

    0 Comentários

    Faça um comentário construtivo para esse documento.

    Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)