jusbrasil.com.br
3 de Junho de 2020
    Adicione tópicos

    Conselhos Tutelares

    O presidente da Comissão da Criança e Adolescente da Assembleia Legislativa, deputado Carlos Antonio (Solidariedade) promoveu, a partir das 14 horas desta sexta-feira, 18, a solenidade de encerramento do 2º Concurso de Linguagem Expressiva. O evento teve lugar na Escola de Circo Laheto, localizada no setor Jardim Goiás, em Goiânia, e reuniu conselheiros tutelares dos municípios que participaram do concurso, bem como respectivos pais de alunos, estudantes, professores, vereadores e prefeitos. Com o tema Conselho Tutelar, um amigo em que posso confiar, o concurso recebeu redações de alunos do ensino médio de escolas goianas da rede pública de ensino. Participaram 117 municípios, com um total de 11.620 alunos, sendo que cada município teve cinco redações escolhidas e premiadas em âmbito local e, posteriormente, encaminhadas para afase final. Segundo Carlos Antonio, presidente da Comissão da Criança e Adolescente da Alego, o concurso, a exemplo de sua primeira edição, que reuniu alunos do 1º ao 5º ano, conseguiu aproximar mais o público e os conselhos tutelares. "O resultado deste ano foi melhor do que em 2012, já que os participantes, antes restritos à faixa do 1º ao 5º ano do ensino fundamental, agora compreende alunos do 6º ao 9º anos, avalia. As cinco redações finalistas foram escolhidas pela Comissão de Avaliação, assim constituída: Carlos Antonio, deputado; Jordana Maria Ferreira de Lima, representante do Centro de Apoio Operacional (CAÓ) da Educação e da Infância do Ministério Público; Arminda Maria de Freitas Santos, da Secretaria de Estado da Educação; Cláudia Maciel de Faria, da Associação dos Conselheiros e Ex-Conselheiros Tutelares do Estado de Goiás (Acetego); e Hamilton José de Amorim, do Conselho Estadual dos Direitos da Criança e do Adolescente (CEDCA) e da Secretaria de Cidadania. Participaram do concurso os seguintes municípios: Abadia de Goiás, Águas Lindas, Alto Horizonte, Alvorada do Norte, Amaralina, Americano do Brasil, Anicuns, Aporé, Araçu, Arenópolis, Aurilândia, Avelinópolis, Bom Jardim de Goiás, Buriti Alegre, Caldazinha, Cromínia, Cachoeira Dourada, Cachoeira de Goiás, Campestre de Goiás, Catalão, Caturaí, Cidade Ocidental, Colinas do Sul, Cristalina, Davianópolis, Diorama, Edealina, Edeia, Formoso, Gameleira de Goiás, Guapó, Hidrolândia, Iaciara, Ipiranga de Goiás, Itaguaru, Itauçu, Jataí, Jesúpolis e Joviânia. E ainda :Luziânia, Maripoataba, Montes Claros de Goiás, Matrinchã, Nazário, Nerópolis, Nova Glória, Nova Veneza, Orizona, Palmelo, Petrolina de Goiás, Perolândia, Pilar de Goiás, Piranhas, Pires do Rio, Pontalina, Porteirão, Posse, Professor Jamil, Rio Quente, Santa Terezinha de Goiás, Santo Antônio de Goiás, Santa Fé de Goiás, São Francisco de Goiás, São Luís do Norte, São Patrício, São Simão, Senador Canedo, Simolândia, Taquaral eVicentinópolis. Festividades Durante a solenidade de premiação, fizeram parte da mesa diretiva: o deputado Carlos Antonio;.José Antônio Trevisan, promotor de Justiça, representando o Ministério Público do Estado de Goiás (MP-GO); Jordana Lima, representante do Centro de Apoio Operacional da Infância e Juventude (CAÓ) na Comissão de Organização e Avaliação do 2º Concurso de Linguagem Expressiva;Ângela Lemes, representante da Federação do Comércio do Estado de Goiás (Fecomercio); Hamilton José Amorim Rezende, presidente do Conselho Estadual do Direito da Criança de Goiás (CEDCA); Jonathas Procópio da Silva, presidente da Associação dos Conselhos Tutelares do Estado de Goiás (Acetego); e, representando os estudantes participantes, Lorena Cardoso, estudante do Colégio Estadual Alfredo Nasser, de Avelinópolis.. A execução do hino dos conselheiros tutelares e uma apresentação artística dos alunos da Escola de Circo Lahetô precederam a cerimônia de abertura do evento, que foi presidida pelo deputado Carlos Antonio. Em seguida, em seu discurso de abertura, o parlamentar reiterou que a assimilação do tema ligado à importância dos conselhos tutelares teve mais sucesso nesta segunda edição do concurso, já que agora, trata-se de um público mais consciente. Fizemos questão de que o concurso atingisse o objetivo de conscientizar a população e os jovens sobre a verdadeira função do conselheiro tutelar, que é a de proteger e zelar pelos direitos das crianças e adolescentes, disse o parlamentar. Tivemos quase 15 mil trabalhos entregues à comissão; para todos nós, tudo isso é motivo de orgulho e satisfação. Tenho a certeza de que, a partir da realização desse segundo concurso que hoje se encerra, muita gente vai compreender a importância dos conselhos tutelares, completou Carlos Antônio, afirmando que recentes mudanças na legislação federal provam que o Governo já está atento às ações e reivindicações dos conselhos, em prol dos direitos dos jovens. Como exemplo, temos a recente alteração na Lei de Diretrizes e Bases da Educação, que torna obrigatória a presença nas escolas de crianças que completarem quatro anos de idade, informou. Premiação A cerimônia foi encerrada com a premiação dos alunos contemplados. Ao final dos trabalhos, um lanche foi servido aos presentes. Confira, abaixo, a relação dos estudantes cujas redações foram premiadas, por ordem de classificação: 1º lugar: Nélio Teixeira de Oliveira Filho, estudante da Escola Municipal Manoel Garcez Bueno, do município de Anicuns. Prêmio: duas (2) diárias para hospedagem em Caldas Novas (com direito a três acompanhantes); 2º lugar: Gabriel Nunes Fernandes, estudante da Escola Estadual Dr. J.F.F., do município de Guapó. Prêmio: um notebook. 3º lugar: Anna Luizza Ferreira Silva, estudante do Colégio Estadual Dr. Ari Valadão, do município de Itaguaru. Prêmio: poupança no valor de R$ 1 mil. 4º lugar: Matteus Silva Matei, estudante da Escola Estadual Hermógenes Coelho, do município de Araçu. Prêmio: um tablet 5º lugar: Amanda Lorena R. Cardoso, estudante do Colégio Estadual Alfredo Nasser, do município de Avelinópolis. Prêmio: um telefone celular.

    0 Comentários

    Faça um comentário construtivo para esse documento.

    Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)