jusbrasil.com.br
3 de Junho de 2020
    Adicione tópicos

    Conselhos Tutelares

    Presidente da Comissão da Criança e Adolescente da Assembleia Legislativa, o deputado Carlos Antonio (PSC) fez avaliação positiva das visitas que realizou nesta semana a cinco Conselhos Tutelares: Aporé, Cromínia, Guaraíta, Mairipotaba e Sanclerlândia. "Conseguimos somar forças em prol da causa da criança e do adolescente em todos esses encontros, ressaltou o parlamentar. Em Aporé, Carlos Antonio foi representado pela equipe técnica da Comissão da Criança e Adolescente, por que ele tinha compromisso de votar projetos de interesse do Estado, em plenário. Mas comemorou a inauguração da nova sede do Conselho de Aporé, cumprimentando os conselheiros, via telefone, pela nova conquista, haja vista que já tinham conseguido um carro zero-quilômetro com o deputado. Sidali Nogueira, secretária da Comissão, falou do seminário e do 2º Concurso de Linguagem Expressiva e entregou documentação para facilitar na elaboração do projeto de adequação da Lei 12.696, que trata das garantias dos conselheiros, à realidade de Aporé. Carlos Antonio teve recepção calorosa em Guaraíta, onde fez uma reunião produtiva. Assumiu o compromisso de doar um veículo para o Conselho Tutelar, bem como de conseguir recursos junto ao Governo Estadual para construção da sede própria daquele órgão. O prefeito Antonio Fernandes (PSB) destinou uma área para a obra, a pedido do parlamentar. Prefeito, vice-prefeita, vereadores, secretários municipais e conselheiros tutelares foram unânimes em cumprimentar o deputado pelo trabalho que está realizando em favor da criança e do adolescente. O prefeito também fez compromisso de adequar a Lei 12.696 à realidade do município. Carlos Antonio ainda divulgou o 2º Concurso de Linguagem Expressiva, aberto a alunos do 6º ao 9º ano do ensino fundamental, com o tema: Conselho Tutelar, um amigo em quem posso confiar. Adiantou que o Conselho vai receber outros benefícios do Governo Federal, como ventiladores de teto. E se colocou à disposição do Conselho e de Guaraíta como parceiro de primeira hora. Em Cromínia e Mairipotaba, Carlos Antonio se reuniu com conselheiros tutelares e técnicos que atuam na área social nas duas cidades com objetivo de contribuir para uma melhor solução no caso de duas crianças e uma adolescente que vinham sofrendo maus-tratos e abusos dos pais e que estão no momento sob tutela dos dois municípios. O deputado ofereceu duas casas de acolhimento, colocando as opções de Jussara e São Luís de Montes Belos. Os Conselhos Tutelares dos dois municípios, bem como a equipe técnica do Centro de Referência de Assistência Social (Cras), ficaram de conseguir autorização com a promotora da Comarca, Sandra Ribeiro Lemos, para proceder à internação das garotas. Em Sanclerlândia, o parlamentar social-cristão não pôde comparecer, porque tinha compromisso em plenário, mas foi representado por técnicos da Comissão da Criança e Adolescente da Assembleia Legislativa e pelo chefe do seu gabinete, Juliano Lopes. O Conselho Tutelar de Sanclerlândia fez reivindicações ao parlamentar. Entre outras coisas, solicitou, via ofício, um veículo para o desempenho de seu papel constitucional, uma vez que são atendidas denúncias na zona rural e no povoado Fartura, a 32 quilômetros da sede. Os conselheiros tutelares de Sanclerlândia reivindicaram também a intermediação do deputado para acesso a cursos de qualificação. Juliano Lopes recebeu o ofício solicitando o carro e anotou as demais reivindicações, antecipando aos conselheiros a certeza de que o parlamentar está imbuído do firme propósito de contribuir com a estruturação dos Conselhos Tutelares goianos de modo geral. Juliano e os técnicos da Comissão da Criança e Adolescente da Assembleia prestaram esclarecimentos aos conselheiros sobre as ações do deputado Carlos Antonio. Acompanhamos atentamente o trabalho do deputado e estamos felizes com a visita de sua equipe a Sanclerlândia. Vamos estreitar nossa parceria com este deputado que abraçou de corpo e alma essa causa tão importante e carente de apoio, frisou Cristóvão Alves, presidente do Conselho Tutelar de Sanclerlândia.

    0 Comentários

    Faça um comentário construtivo para esse documento.

    Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)