jusbrasil.com.br
3 de Junho de 2020
    Adicione tópicos

    Conselhos Tutelares

    Presidente da Comissão da Criança e Adolescente da Assembleia Legislativa, o deputado Carlos Antonio (PSC) fez avaliação positiva das visitas que fez nesta quinta-feira, 30, aos Conselhos Tutelares de Inhumas, Americano do Brasil e Adelândia. As reuniões de hoje deram continuidade ao que estamos buscando desde o princípio na Comissão. Na verdade, é um conjunto de ações que a gente tem como principal objetivo fazer com que a criança tenha, realmente, um futuro melhor. Queremos fortalecer os conselhos tutelares, que a educação dê uma atenção especial às crianças e adolescentes e avançar na construção das sedes próprias dos conselhos tutelares. Para isso, estamos realizando o Concurso de Linguagem Expressiva e estamos chamando as prefeituras como parceiras, disse o parlamentar. Carlos Antonio verificou as condições de funcionamento de cada um desses Conselhos Tutelares, bem com divulgou o I Concurso de Linguagem Expressiva. Inhumas Em Inhumas, Carlos Antonio ouviu as principais reivindicações do Conselho, que se referem à estrutura física, carro próprio e computador. Este é um município com muitos problemas no que se refere às drogas. E o nosso sonho hoje é criar uma Casa de Apoio para receber e cuidar desses jovens usuários. Além disso, a reforma da nossa sede é de extrema importância, pois acontece de chegarmos aqui e está tudo alagado, explicou o presidente do Conselho, Eloá Domiciano. O parlamentar também foi recebido pelos conselheiros José Galdino Silva Filho, Rony Ferreira, Alair Toledo e Lilian Lourenço; o promotor de justiça da cidade, Sebastião Marcos Martins; e o Comandante Geral da Polícia Militar de Inhumas, major Inácio. Americano do Brasil Em Americano do Brasil, Carlos Antonio e sua equipe foram recepcionados pelos conselheiros tutelares Dilson Pereira, presidente; Odair José de Camargo, Edvânio dos Reis, Vânia da Silveira e Valdeli Gonçalves; além do prefeito municipal, Moretson da Silva Borges; e da presidente da Câmara Municipal, a vereadora Genoveva Aparecida de Souza. Dilson informou que o Conselho não tem sede, mas que uma casa já foi alugada e está sendo mobiliada. Em seguida, Carlos Antonio apresentou uma proposta ao prefeito que, caso a prefeitura invista na construção de uma sede própria para o Conselho, em contrapartida o Governo se dispõe em ajudar. A cada R$ 1 real que a prefeitura investir o Governo Estadual ajudará com 50 centavos. Isso é um compromisso meu e do Governador, explicou. O prefeito Moretson aceitou o compromisso e acrescentou que o único carro que o Conselho Tutelar dispõe hoje foi fornecido provisoriamente pela Prefeitura para atender a demanda. Adelândia Em Adelândia, a recepção foi feita pelo presidente do Conselho, Sidney Lima; e pelos conselheiros tutelares Romar Soares, Dilma Rodrigues, José Divino Pereira e Newton César da Silva; e pela primeira-dama, Cshinaida Diniz. A necessidade de mudar a visão das crianças e adolescentes em relação ao trabalho desempenhado pelo Conselho Tutelar no município foi uma das questões colocadas por Sidney ao deputado Carlos Antonio. Infelizmente somos vistos com maus olhos pelos nossos jovens. Na verdade, eles nos enxergam como policiais, disse o presidente do Conselho. Buscando tentar reverter a situação, Carlos Antonio agendou para a próxima quinta-feira, 6, às 9 horas encontro na Escola Estadual Francisco de Assis Lobo Sobrinho com todos os alunos da rede estadual e municipal. O objetivo é esclarecer quem é o conselheiro tutelar e suas funções, como também divulgar o I Concurso de Linguagem Expressiva cujo tema é Conselho Tutelar Um amigo em quem posso confiar. Estão agendadas novas visitas. O parlamentar social-cristão disse que segue mapeando in loco as situações dos conselhos tutelares no Estado, com vistas ao melhor cumprimento das garantias dos direitos da criança e do adolescente em nível estadual. Decidimos fomentar apoio àqueles que efetivamente podem promover o elo entre o problema e a solução.

    0 Comentários

    Faça um comentário construtivo para esse documento.

    Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)